Páginas

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

[Café com páginas] Metas Literárias

Hoje a sessão Café com Páginas é um pouco diferente.


Se você é o tipo de leitor que costuma estabelecer metas literárias todo começo de ano - estipulando um determinado número de livros a serem lidos por mês e ano - a fim de melhor organizar suas leituras, já deve ter se deparado eventualmente com algumas dificuldades para manter a meta. Por vezes algum problema no trabalho ou família que acaba fazendo com que você não consiga se concentrar e fique sem ler por dias; alguma viagem inesperada em que você esquece de levar o livro para ler no ônibus ou avião; muitos afazeres; muitos compromissos; muita preguiça; ou muito sono no fim da noite que te impedem de retomar ou avançar na leitura.

Aí vão algumas boas dicas para se manter dentro da meta:


1) Quando for fazer a tradicional listinha de livros para se ler durante o ano, não se concentrar em apenas um gênero, mesmo que seja o seu favorito. Alternar leituras e estilos é, não só fundamental - pois expande seus horizontes - como infalível. Há casos em que o que te impede de pular de uma leitura para outra, é o apego à história e, especialmente, aos personagens do livro que você acabou de ler. A típica depressão pós-livro. É difícil seguir em frente e partir para outra leitura, quando sua cabeça e coração ainda estão na história que você leu anteriormente. É sempre complicado mergulhar em um novo amor. Dessa forma, o melhor a se fazer é ler livros de não ficção, livros-reportagem, antologias de contos... Parta para outro gênero e estilo. 

2) Nem é preciso dizer que livros mais curtos - de 100, 130, 190, 200 e até 220 páginas - são a receita para o sucesso de uma meta literária. Claro que depende muito da velocidade com que você costuma ler. Se você é um leitor habitual e lê relativamente rápido como eu, em meia hora já deu cabo de 50 páginas.


3) Antologias poéticas e de contos são bem-vindas para dar continuidade às metas literárias. A maioria não gosta de poemas e poesias, eu sei. Bem, a maioria que eu conheço, quero dizer (ah, o mal do empirismo...). Mas dê uma chance. Fernando Pessoa e Mario Bortolotto são bem legais. Antologias de contos também são ótimas, afinal, você se envolve com as narrativas que levam apenas quatro, cinco, no máximo dez páginas para terminar e, então, já pula para o próximo. O lado negativo de antologias é que o resultado final é quase sempre regular apenas. Há contos excelentes, ótimos e aqueles mais fracos, ruins, etc... HQs também são válidas em metas literárias. Outro gênero cujo vários títulos você consegue terminar em apenas um dia.

4) Algumas dicas de livros legais para se ler em um dia e lhe ajudar a cumprir sua meta literária são:
* Os livros de mistério de Marcos Rey - talvez tenha algum que você ainda não tenha lido na infância. E são uma delícia, né? Algumas sugestões além de O Mistério do 5 Estrelas são O Rapto do Garoto de Ouro, Um Cadáver Ouve Rádio, O Enigma da Televisão e Um Rosto no Computador.
* Diário de um Adolescente Hipocondríaco - ao fim de três horas, você já concluiu a leitura.
* Crônica de Uma Morte Anunciada - Outra leitura que passa e você nem vê. E assinada pelo mestre Gabriel García Márquez, sempre com seu estilo inconfundível, narrativa envolvente e personagens cativantes.
* O Outro Gume da Faca - uma novela de Fernando Sabino que traz o melhor do estilo do autor, com toda sua fina ironia, o texto inteligente e o desenrolar instigante da narrativa, como só ele sabia escrever.
* Harry Potter - se é que alguém ainda não leu (o que não inclui, claro, aqueles que menosprezam o gênero). Os dois primeiros volumes são bem fáceis de se ler em apenas um dia.
* O Guia do Mochileiro das Galáxias - qualquer um dos volumes da série. A leitura é envolvente e relativamente curta.
* Algumas HQs que tem que ser lidas - A Piada Mortal, Deus Ama o Homem Mata, Dias de Um Futuro Esquecido, Ex-Machina, qualquer volume de Sandman e A Liga Extraordinária, Batgirl e as edições de Birds of Prey assinadas por Gail Simone... 
* Fumaça e Espelhos - deliciosa antologia de contos de Neil Gaiman.
* O Livro Branco - antologia de contos de vários autores, reunidos em um livro sobre as músicas dos Beatles. Alguns são melhores do que outros, é verdade. Mas vale a pena.
* Cultura Pop Japonesa - para quem se interessa pelo tema, uma leitura rapidinha que você termina em uma noite.



*Salut*

2 comentários:

  1. Oiii Andrizy

    Na verdade eu faço metas, mas não sou do tipo que me descabelo se não cumpri-las, digamos que minhas metas são flexiveis...rsrs
    As dicas são ótimas embora confesso que antologias e livros de contos não me chamam muito a atenção

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não me descabelo. Se não deu certo, não deu. Sempre faço metas e nunca consigo cumprir cem por cento, mas fico okay com isso. Hehehe! Obrigada pelo comentário. Bjos! ;)

      Excluir