Páginas

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

[A vida, o universo e tudo mais] Oscar do Sonhos...




Não, eu não errei no título da postagem. Eu quis dizer Oscar do Sonhos Empoeirados. Vamos ao texto e às divagações de hoje:

Oscar 2015 já passou. Mas aparentemente eu ainda não cansei de falar sobre isso. 

Todo ano é a mesma ladainha: "que injustiça esse filme ganhar" ou "que injustiça esse filme perder"

Não dá pra falar de injustiça quando se trata da premiação da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (quando se trata de 90% das premiações, na verdade). O Oscar premia a melhor campanha no final das contas. Não é um prêmio artístico, mas político. De qualquer modo já falei sobre isso neste post e não quero me repetir. 

Mas, se você ainda acredita que Oscar celebra a arte, que é um prêmio realmente entregue aos melhores do ano, passou da hora de rever seus conceitos. Na melhor das hipóteses, você é um tolo. Só para citar alguns exemplos: Gwyneth Paltrow, uma atriz limitadíssima, tem um Oscar no currículo. Gary Oldman não tem nenhum. E quando finalmente foi indicado, perdeu. E sabem o que é pior? Sua performance em O Espião Que Sabia Demais havia sido a melhor não só dentre os indicados, como a melhor do ano. E não falo isso apenas por ser fã do ator. 

Vamos a um exemplo mais gritante de como Oscar não é parâmetro de qualidade: Tom Who... isto é, Tom Hooper, o diretor de O Discurso do Rei, com seus ângulos amadores, enquadramentos esquizofrênicos e muita parede e teto, ganhou um Oscar de melhor diretor. Enquanto Stanley Kubrick e Alfred Hitchcock morreram sem ganhar uma estatueta da Academia. Poxa, estamos falando dos homens por trás de obras-primas da sétima arte como 2001: Uma Odisséia no Espaço e PsicoseLaranja Mecânica e Os PássarosBarry Lyndon e Vertigo. Kubrick e Hitchcock entraram para a história. Assim como David Fincher, que perdeu para Hooper, também vai entrar futuramente por ser um cineasta fantástico. Agora o Tom Who... Duvido que alguém vá lembrar dele daqui a alguns anos. Talvez ele seja recordado como o cineasta que nos fez dormir mais rápido com seus filmes.

Eddie Murphy perdeu o Oscar de ator coadjuvante por Dreamgirls em 2007 por cometer a estupidez de lançar Norbit pouco tempo antes da premiação. Quer dizer que a comédia escatológica e desnecessária que ele estrelou, por acaso, estragou sua interpretação em Dreamgirls? Não na verdade. A performance dele continuava ótima, mas a Academia sentiu vergonha em premiar o ator de Norbit.

Eddie Redmayne, que sorte você teve da Academia não ficar sabendo de O Destino de Júpiter :)

Para ganhar um Careca Dourado, é necessário se comportar durante o ano. Sua imagem está em jogo. Para assegurar a campanha, a reputação precisa ser impecável (não importa os vexames e escândalos dos anos anteriores, eles já foram esquecidos). É necessário comparecer a todos os jantares, festinhas, screenings, fazer um social filha da mãe. Tem que fazer o bom moço ou boa moça. A Academia premia os filmes para a família. Aqueles que não incomodam, mas também não causam comoção. Aqueles corretos que não dividem o público entre ama-se e odeia-se. Não é bem o caso do vencedor deste ano, mas em 97% dos casos, é exatamente assim.

Como eu falei, não tem nada de injustiça. Mas como muita gente insiste nesta palavra, decidi reparar algumas injustiças do Oscar só na brincadeira. Estou em boa companhia pra fazer isso. Chamei a Meryl Streep, a Emma Stone, o Miles Teller, a vice-Miss Amazonas e o Kanye West... Well, nem tão boa companhia assim. Mas chega de conversa e vamos lá!

Olhando em retrospecto os vencedores do Oscar de Melhor Filme...


2014 
Vencedor: 12 Anos de Escravidão 
Oscar do Sonhos: Gravidade / Ela 

2013 
Vencedor: Argo 
Oscar do Sonhos: As Aventuras de Pi 

Neste caso, 12 Anos e Argo nem são ruins. Porém, o primeiro é convencional e quadrado demais. O segundo não tem nada de inovador, é um filme eficiente apenas. Comparados aos vencedores do Oscar do Sonhos, são bem mais ou menos.

2012 
Vencedor: O Artista 
Oscar do Sonhos: A Árvore da Vida 

Até gosto de O Artista, mas ganhar de A Árvore da Vida é forçar a barra.

2011 
Vencedor: O Discurso do Rei 
Oscar do Sonhos: A Rede Social 

Sem comentários. Me ajuda aí, Vice-Miss Amazonas!



2008 
Vencedor: Onde os Fracos Não Têm Vez 
Oscar do Sonhos: Sangue Negro 

Nada contra Onde os Fracos Não Têm Vez. Mas passa longe de ser meu favorito. O Oscar do Sonhos vai para Sangue Negro, o melhor longa de Paul Thomas Anderson. E isso quer dizer muita coisa, uma vez que todos os filmes do cineasta são geniais.

2006 
Vencedor: Crash - No Limite 
Oscar do Sonhos: O Segredo de Brokeback Mountain 

Crash é uma enganação total. Um filme extremamente apelativo e intragável. Munique de Steven Spielberg também concorria, mas Brokeback Mountain é certamente o que deveria ter levado.

Reação do Neil Patrick Harris quando o Steve Carell disse, todo entusiasmado, que torceu por Crash:


Reparem que nem o Channing Tatum conseguiu conter a gargalhada.

2004 
Vencedor: O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei 
Oscar do Sonhos: Sobre Meninos e Lobos

Que ano lindo! Senhor dos Anéis, Sobre Meninos e Lobos, Encontros e Desencontros, Mestre dos Mares - O Lado Mais Distante do Mundo... Só filmaço! Exceto por Seabiscuit - Alma de Herói que, felizmente, era o grande azarão, sem chance alguma de vencer. Mas se eu não reclamo da vitória de O Retorno do Rei, por que citar o Oscar 2004 neste post? Acho que só para enfatizar o quanto esse ano foi perfeito. De qualquer forma, o meu Oscar iria para Sobre Meninos e Lobos.

2003
Vencedor: Chicago 
Oscar do Sonhos: Gangues de Nova York 

No ano de As Horas e O Pianista - dos quais eu não sou grande fã, mas reconheço os méritos - e dos ótimos O Senhor dos Anéis: As Duas Torres e Gangues de Nova York, não consigo entender como Chicago levou.

2002
Vencedor: Uma Mente Brilhante 
Oscar do Sonhos: O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel 

Kanye West, é com você:



2001
Vencedor: Gladiador 
Oscar dos Sonhos: O Tigre e o Dragão 

Ano bem fraco. Os indicados, além dos citados acima, eram Chocolate, Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento e Traffic. O Tigre e o Dragão era não só o melhor título dentre os concorrentes, como também um filme fantástico

2000 
Vencedor: Beleza Americana 
Oscar dos Sonhos: O Sexto Sentido 

Não há como me convencer que Beleza Americana é um grande filme. Aliás, eu não entendia lhufas nessa época, mas achava que À Espera de um Milagre sairia vencedor. O meu Oscar vai para O Sexto Sentido.


No caso, a Taylor é a Beleza Americana e a Beyonce é o Sexto Sentido ;)

1999 
Vencedor: Shakespeare Apaixonado 
Oscar dos Sonhos: O Show de Truman 

É brincadeira uma sessão da tarde bonitinha (quando muito) levar o prêmio principal. Campanha pesadíssima do produtor (considerado "Mago do Oscar") Harvey Weinstein. O Resgate do Soldado Ryan Além da Linha Vermelha eram alternativas melhores, contudo o que realmente deveria ganhar, O Show de Truman, nem mesmo foi indicado.

Meryl e J.Lo concordam comigo, né? Uma piada Shakespeare Apaixonado ganhar. Mais piada ainda Truman Show não concorrer. Né, amigas?



1995
Vencedor: Forrest Gump - O Contador de Histórias 
Oscar dos Sonhos: Pulp Fiction - Tempo de Violência 

Nem odeio o resultado, pois gosto do Robert Zemeckis. Mas Forrest Gump é o típico padrão da Academia. Quatro Casamentos e um Funeral Um Sonho de Liberdade, dois grandes filmes, concorriam. Entretanto, Pulp Fiction, clássico de Tarantino fica com a estatueta do Sonhos. E com a de lego também, por que não? Bem mais legal. Não é mesmo, Emma?


1991 
Vencedor: Dança com Lobos 
Oscar do Sonhos: Os Bons Companheiros 

Interessantes indicados de 91: Tempo de Despertar, Ghost - Do Outro Lado da Vida, o decepcionante O Poderoso Chefão: Parte 3... Desculpa, Kevin Costner, o meu Oscar vai para Os Bons Companheiros.

1990 
Vencedor: Conduzindo Miss Daisy 
Oscar do Sonhos: Sociedade dos Poetas Mortos 

Conduzindo Miss Daisy? Sério?

Miles Teller, atual amor da minha vida, que tal se vingar  por todos os tapas que levou em Whiplash e esbofetear os membros da Academia? :)


1981 
Vencedor: Gente Como a Gente 
Oscar do Sonhos: O Homem Elefante / Touro Indomável 

Dois grandes filmes de dois excelentes diretores (David Lynch e Martin Scorsese respectivamente), perderam para Gente Como a Gente.

1980 
Vencedor: Kramer Versus Kramer 
Oscar do Sonhos: Apocalypse Now 

Vivemos em um mundo que Apocalypse Now perdeu o Oscar de melhor filme para o comunzinho Kramer Versus Kramer.

J.K. Simmons, me diz o que você acha de um bom trabaho ser premiado?



1977 
Vencedor: Rocky, Um Lutador 
Oscar do Sonhos: Taxi Driver / Todos os Homens do Presidente 

Também vivemos em um mundo em que os fantásticos Taxi Driver e Todos os Homens do Presidente perderam para Rocky, Um Lutador... Creio que é um dos resultados mais decepcionantes da história. Eu fico em dúvida entre os dois primeiros, mas Taxi Driver leva.

Julianne, me diga o que você acha das vitórias de Kramer Versus Kramer e Rocky?


É o suficiente, Julianne. Obrigada :)

1974 
Vencedor: Golpe de Mestre
Oscar do Sonhos: Gritos e Sussurros 

Gritos e Sussurros
é o meu Bergman favorito. Belíssimo em todos os sentidos! O Oscar do Sonhos é seu.

1972 
Vencedor: Operação França 
Oscar do Sonhos: Laranja Mecânica 

Essa causa controvérsia até hoje. Operação França é um bom filme, mas Laranja Mecânica é um clássico incomparável. O vencedor é mais a cara da Academia. O segundo vence o Oscar do Sonhos e dos sonhos de todos os cinéfilos.

E Emma continua achando que o Oscar de lego é mais legal.



1965 
Vencedor: Minha Bela Dama 
Oscar do Sonhos: Dr. Fantástico 

Desculpa Audrey, my fair lady, mas eu entrego a estatueta para Kubrick e seu Dr. Fantástico.

1942 
Vencedor: Como Era Verde o Meu Vale 
Oscar do Sonhos: Cidadão Kane 

Precisa falar alguma coisa? É com você, Meryl!



1940 
Vencedor: ... E O Vento Levou 
Oscar do Sonhos: No Tempo das Diligências / O Mágico de Oz 

Nesse ano o vencedor foi o filme que praticamente ditou os padrões da teledramaturgia mexicana. Sim, é verdade. Cara e jeito de novelão, ... E o Vento Levou, virou um dos recordistas de prêmios e desbancou No Tempo das Diligências e O Mágico de Oz que levam o Oscar do Sonhos.

E por aqui eu paro, afinal não assisti quase nada do que veio antes de 1940. E é bem verdade que assisti apenas metade dos dos anos 40 e 50, então nem tenho o direito de palpitar muito, pois corro o risco de me equiparar aos membros da Academia que também não assistem a todos os filmes ;)

É claro que eu poderia falar das tais injustiças em melhor ator, atriz, diretor, filme estrangeiro... mas vou ficar devendo.

O importante é que a lição que a gente tira de tudo isso é: quer entrar para a história e figurar entre os clássicos do cinema? não ganhe um Oscar. A não ser que você seja O Poderoso Chefão.

O Oscar sempre acaba em pizza mesmo.



*Salut*

8 comentários:

  1. Mil vezes Laranja Mecânica! Nem conheço direito esse tal de Operação França!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que, na época, a Academia nem queria indicar Laranja Mecânica por conta de toda a controvérsia. É um filme que passa longe do bom-mocismo que a Academia prega. Mas como Laranja era um dos assuntos mais comentados daquele ano, não teve como eles ignorarem. Pelo menos podiam ter reconhecido o Malcolm como melhor ator, ainda mais depois de tudo o que ele passou nos bastidores, né? Ficou temporariamente cego, quase se afogou. Mas é assim mesmo. Ele foi indicado a melhor ator de drama no Globo de Ouro, mas não levou.

      Excluir
  2. É muito filme ruim que levou e os bons deixados de lado. Eu acho que em 95 se não levasse forrest gump, um sonho de liberdade teria sido premiado. taxi driver perder pra rocky é muita sacanagem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se Um Sonho de Liberdade levasse, eu não iria reclamar ;)
      Pulp Fiction era "alternativo" demais para os gostos dos membros da Academia. A vitória de Forrest Gump é totalmente justificada por isso.
      E sobre Taxi Driver, tem nem o que comentar... Esse resultado deve ter deixado muita gente de boca aberta na época.

      Excluir
  3. Adoro ler, adoro filmes, adoro séries! Super gostei do seu blog! :)
    Com certeza vou visitar bastante!

    beijinhos
    www.construiredecorar.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e comentário, Vanessa =)
      Fico muito feliz que tenha curtido o blog!

      Bjão

      Excluir
  4. Eu sempre gostei de filmes, mas neste último ano tenho me interessado mais. e confesso, pensei que eu fosse a única a pensar que este prêmio é politicagem pura. Tipo. É lindo de ver, mas como vc bem disse nem sempre retrata a realidade. Na minha opinião a gente deve é assistir os filmes independente de críticas. E a partir daí formar as nossas próprias opiniões. isso é o que vale! =)

    R.: Obrigada pelo lindo comentário lá no blog! ;)

    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, Vanessa! É linda de se ver, divertida de se acompanhar... Mas não premia a qualidade, não tem nada de artístico. Pura política mesmo. E é muito melhor formar nossas próprias opiniões do que tomar opiniões prontas de outros, no caso de filmes ou qualquer outra coisa. Um filme vai gerar uma resposta e reação diferente em cada um que o assistir.

      Imagina! De nada :) seus posts são ótimos!

      Bjos!

      Excluir