Páginas

domingo, 5 de julho de 2015

[78 Rotações] What's Up


Fui pega de surpresa com o momento musical do quarto episódio da primeira temporada de Sense8 (série original da Netflix), quando os oito protagonistas, cada um em um canto do mundo, entoam os versos da canção What's Up, clássico dos anos 90 do 4 Non Blondes. Banda que teve esse único hit para contar a história.

A metáfora da cena é simples, mas brilhante: a música une as pessoas. E quer uma música melhor para unir a todos do que What's Up?



Basicamente, a série retrata os dramas vividos por oito desconhecidos, de etnias e culturas diferentes, mas que estão, de uma forma misteriosa, interligados. A escolha perfeita da canção que simboliza a conexão entre os personagens naquele momento, fez com que a série me ganhasse definitivamente. 

Mas o que essa música tem de tão especial e profundo? Bem, ela é fácil de cantar e compreender, todo mundo conhece, todo mundo já cantou no karaokê ou no banho e  a identificação com cada um dos versos que a compõe é inevitável e imediata. 
Twenty-five years and my life is still
Trying to get up that great big hill of hope
For a destination
Tem duas frases que me vem à cabeça quando ouço esses primeiros versos...

A primeira é o quote que está na header do blog: "posso não ter ido aonde queria ir, mas creio que estou exatamente onde deveria estar". Tem dias que me pergunto: será que estou mesmo? será que estou sendo sincera ao adotar esse quote como abertura do blog?

A segunda é "eu não sei bem o que quero, mas sei que não é isso". Nos dias em que me questiono a respeito da primeira frase, é exatamente esta segunda que me invade a mente...


Eu, assim como todo mundo, também choro, às vezes, deitada em minha cama, somente para colocar para fora tudo o que me desagrada. Para desabafar para o nada e para ninguém em especial. Para me livrar disso tudo que está na minha cabeça. E eu me sinto um tanto quanto peculiar. Diferente. Deslocada.

E eu acordo de manhã, bem cedo, para ir ao trabalho, abro a janela para saber se faz chuva ou sol, se preciso ou não levar meu casaco. Saio para fora e respiro profundamente. Há dias em que isso me deixa meio alterada. E só não grito a plenos pulmões O que está acontecendo? pois sei que vou ser criticada e ofendida pelos vizinhos. Mas é exatamente o que sinto vontade de gritar. 

Portanto, é como eu disse: What's Up é uma música de fácil compreensão, mais fácil ainda de se identificar, um tanto quanto datada (é a cara dos anos 90, o fim do grunge e tudo mais) e pode até ser considerada breguinha, mas não importa. Seu refrão me emociona e eu sempre sinto vontade de cantar em altos brados quando ouço:


And I say: hey-yeah-yeah-eh-eh 
Hey-yeah-yeah
I said hey! what's going on? 




*Salut*

2 comentários:

  1. Parabéns pela ótica que falou dessa série. Pretendo assistir.

    http://www.jj-jovemjornalista.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Espero que você curta a série ;)

      Excluir