Páginas

domingo, 20 de março de 2016

[Listas] Media Trackers

Se você é um tanto hiperativo e multifuncional como eu, acostumado a fazer milhares de coisas, tudo ao mesmo tempo agora (ver um filme, um episódio de série, ler um livro, uma HQ, arrumar o guarda-roupa, chupar cana e assobiar ao mesmo tempo), com certeza acaba meio confuso e perdido no excesso de coisas que inventa de fazer de uma só vez. 

A solução para a minha vida são os media trackers. Sites para marcar coisas, basicamente. Explico melhor: existe uma variedade enorme de redes sociais com funções bem específicas, nas quais você pode marcar os filmes que vê, episódios de séries que assiste e os livros que lê, de forma a organizar melhor sua vida. Assim você consegue ter um controle melhor do que consome em termos de cinema, televisão e literatura. Abaixo indico alguns dos principais media trackers:

Seriados:


Orangotag foi o primeiro media tracker que conheci. E achei a solução para os meus problemas. Como sempre assisti a uma dezena de séries ao mesmo tempo e nunca estive em dia com nenhuma delas - sempre super atrasada em todas - tinha de marcar em um caderninho o episódio em que parava para não me perder. Eis que descobri o Orangotag, minha salvação. A interface é bem simples e ele existe basicamente para você organizar a sua watchlist e marcar os episódios que já assistiu. Também há sinopse e aba para comentários na página de cada seriado, além da opção de dar nota (cotação em estrelas) para os episódios. Se tem dúvida de onde parou na série, basta consultar seu perfil do orangotag que ele te ajuda a se encontrar.



Já o Banco de Séries tem muito mais opções e possibilidades do que o Orangotag. Ele dispara na frente, pois conta com aplicativo para smartphone, algo que o Orangotag nem sonha em ter. Nele, você pode adicionar séries à sua grade, marcar os episódios como vistos e dar notas a eles, assim como no outro endereço citado. Mas há várias outras funcionalidades. Um diferencial que conquistou os usuários é o fato de apresentar as estatísticas de quantos dias e horas você já passou assistindo a séries de TV. Também pode criar seu calendário de séries, de modo que seja avisado quando um determinado show retorna ou entra em hiatus e em quais séries você está atrasado. Enquanto no Orangotag, você tem de marcar um por um os episódios que assistiu (só tendo a opção de marcar temporadas anteriores a atual como inteiramente vistas), o Banco de Séries lhe permite marcar maratonas completas. É ótimo para se organizar, mas também exige tempo e disponibilidade para ajeitar tudo por lá.

Eu ainda prefiro o Orangotag mesmo. Acho que um media tracker simples, apenas para marcar os episódios que vejo e, eventualmente, deixar um comentário na página da série, é o suficiente. Só peca mesmo ao não possuir um app para celular. Banco de Séries é incrementado demais para o meu gosto.

Livros:



Skoob é uma referência nacional, um dos mais populares dentre os sites para marcar livros lidos e desejados. Trata-se de uma rede social colaborativa brasileira para leitores e autores. Nele, além da função para o qual foi designado, você também pode ler as sinopses das obras, adicionar amigos, criar grupos, apontar a página do livro em que parou (ótimo para quem lê em pdf no notebook), criar metas literárias (lista de livros que você pretende ler durante o ano), além de fazer trocas. Aliás, o sistema de trocas do Skoob é um sucesso. Através dele, muitas pessoas não apenas trocam livros, como também experiências literárias e acabam se tornando amigas por conta da paixão pela leitura que têm em comum. É um site perfeito para organizar seus livros (o que está lendo, o que vai ler, quais livros tem na estante, quais deseja adquirir, quais pretende trocar...) e escrever resenhas, partilhando sua opinião sobre determinada obra. Fora que é um ótimo veículo de divulgação de blogs e vlogs dedicados à literatura.


Já o Goodreads é um sucesso internacional, sendo de propriedade da Amazon Company. Também serve para marcar livros lidos e os que se vai ler. Também dá para adicionar amigos e criar metas literárias. Porém, é voltado mais para indicações e reviews de usuários. Você também pode ter recomendações personalizadas de acordo com seu gosto, basta indicar seus gêneros favoritos em seu perfil.  Também dá para criar listas, dar notas, participar de clubes do livro e desafios literários promovidos pelo site, indicar alguma obra a um amigo dependendo do gênero que ele costuma ler, além de poder atualizar o status de suas leituras, isto é, o quanto está progredindo com um livro, marcando a página em que parou. Apresenta uma interface mais simples do que o Skoob (discreta, mas esteticamente interessante) e o site é todo em inglês. Como eu sou adepta da praticidade, prefiro o Goodreads do que o Skoob. 

Filmes:


Assim como o Skoob, o Filmow também trata-se de uma rede social colaborativa brasileira cuja principal funcionalidade é o usuário catalogar os filmes e séries que já assistiu. Especialmente filmes. Além de marcar o que viu e o que pretende ou não pretende ver em termos de cinema, também há opção de criar listas temáticas de filmes, dar notas em estrelas, marcar seus favoritos, conversar com outros cinéfilos, escrever resenhas e, óbvio, adicionar amigos. Há uma página específica para cada filme e série contendo sinopse, elenco, ficha técnica e reviews de usuários do site, Assim como o Banco de Séries, o Filmow também indica as estatísticas de quantos dias e horas de sua vida você já gastou assistindo a filmes. O Filmow também disponibiliza notícias sobre a sétima arte, as principais estreias do cinema e lançamentos em home video na página de abertura do site.


O slogan do Letterboxd não poderia ser mais apropriado: "your life in film". É uma plataforma que permite ao usuário criar uma espécie de diário cinéfilo, registrando sua opinião e nota sobre os filmes assistidos, além de organizá-los em um calendário caso sejam especificadas as datas em que foram assistidos. Você mantém seu diário escrevendo reviews, dando notas e inserindo tags. Também é possível criar listas temáticas ou de títulos favoritos e seguir listas e perfis prediletos (aqueles que melhor condizem com seu gosto cinematográfico). Como os outros media trackers citados no post, é ótimo para organizar os filmes conferidos ou que se pretende conferir, marcando como vistos ou adicionando em sua watchlist para ver futuramente. Gosto bastante da interface, bem simples, prática, organizada. O visual é semelhante a um blog e, acho que por isso mesmo, tão convidativo e acessível. O website é em inglês. 


O Mubi, conhecido anteriormente como The Auteurs, é mais uma opção de rede social para apaixonados por cinema. Mas neste caso específico, ele é mais voltado para o cinema de arte. E é mais do que somente um media tracker. O mubi também é um serviço de filmes on-demand, além de ser um banco de dados sobre cinema, uma plataforma em que o usuário pode catalogar os filmes assistidos e uma revista eletrônica sobre a sétima arte. O site é referenciado como uma cinemateca digital e, apesar de parecer a mais obscura das opções apresentadas aqui, é também uma das mais interessantes e que oferece um combo completo: você assiste ao filme, dá uma nota e escreve uma review. Obviamente que, para poder assistir aos filmes disponibilizados pelo serviço de streaming, é necessário ter uma conta paga, ou então ter uma conta gratuita e pagar somente pelo filme que quer ver. Para quem curte cinema alternativo, o Mubi é a melhor das opções.

Quadrinhos


O Guia dos Quadrinhos é um site cujo objetivo é catalogar todas as publicações em quadrinhos lançadas no Brasil por meio de um banco de dados perfeitamente organizado. O acervo é de deixar boquiaberto qualquer colecionador de HQs. O Guia dos Quadrinhos também funciona como rede social, basta você se cadastrar e criar seu perfil, de modo a adicionar amigos, catalogar os títulos que compõem sua coleção e listar seus sonhos de consumo (as HQs que você necessita ter em sua estante). O menu conta com as seções: títulos, lançamentos, editoras, artistas, personagens, monografias, usuários e suas respectivas subdivisões. Na dos usuários é possível conhecer as coleções de quadrinhos de cada um dos aficionados que integra a rede. E é um bom momento para dizer que minha monografia está disponibilizada lá para quem tiver interesse em baixar: Universos Convergentes: Análise das Adaptações de Histórias em Quadrinhos para o Cinema ;)

Agora é só se cadastrar, criar seu perfil, adicionar seus amigos e marcar seus filmes, séries e livros nos sites indicados acima. Divirtam-se!

*Salut* 

Nenhum comentário:

Postar um comentário