Páginas

sábado, 25 de março de 2017

[Café com páginas] Mensagens Para Você - Cartas Inesquecíveis do Cinema

Eu nutro interesse e admiração por livros epistolares, embora não tenha lido muitos do gênero em minha trajetória como leitora – algo que pretendo corrigir. Nessa era em que as informações correm na velocidade da luz, são acessíveis para todos aqueles que possuem um smartphone ou um notebook ao alcance dos dedos e mensagens são trocadas com um imediatismo surpreendente, as cartas ainda são a mais poética forma de comunicação entre duas pessoas. Esqueça as correntes e os bons dias nos grupos da família no whatsapp. A aura lírica e o encanto quase enigmático das cartas superam qualquer rede social ou aplicativo moderno.

Dá para acreditar que, nos anos 1990, que nem estão assim tão longe, as pessoas ainda se correspondiam por meio de epístolas? Muitos não tinham telefone em casa (era caro instalá-los e mantê-los), e tinham de se contentar em esperar com ansiedade a chegada do carteiro que depositava a correspondência na caixinha do correio. Hoje, ainda aguardamos sua vinda com ansiedade, mas para receber nossas encomendas da Amazon e do AliExpress.

Mensagens Para Você – Cartas Inesquecíveis do Cinema de Mariza Gualano é um livro que reúne algumas das cartas mais famosas, belas, alegres e tristes do cinema. A ideia do livro é muito bem sacada e a execução não decepciona. Tanto a seleção de cartas quando o projeto gráfico são de encher os olhos. Daqueles livros para se ler em uma tarde e manter na estante e no coração pelo resto da vida. 

Destaque para as trocas de correspondência dos filmes Nunca Te Vi, Sempre Te AmeiMary e Max – Uma amizade DiferenteCarta de Uma Desconhecida e Cartas de Iwo Jima – películas epistolares por excelência. Há filmes nacionais como Central do BrasilO Bicho de Sete Cabeças e Praia do Futuro. Filmes em que as cartas desempenham papel fundamental como Desejo e ReparaçãoAs Confissões de SchmidtPasoliniCasablanca e V de Vingança. As cartas extremamente comoventes de Na Ventania que contam todo o enredo do filme abocanhando dez páginas da obra (há spoilers dos grandes para quem não assistiu ao longa). E como se esquecer das trocas de correspondência entre Keanu Reeves e Sanda Bullock no belo e sensível A Casa do Lago? Aliás, foi através deste livro que descobri que A Casa do Lago trata-se, na verdade, de um remake de um filme sul-coreano chamado Siworae (Il Mare) de 2000 (que, com certeza, vou correr atrás para assistir). 


Falando nisso, Mensagens Para Você provou ser um livro de descobertas. Há inúmeros filmes que não vi e cujos títulos já separei para assistir o mais breve possível. Há tantos outros que redescobri, cujo conteúdo das cartas trocadas eu sequer me recordava. Além disso, a obra também proporciona um delicioso exercício de reconhecimento para o leitor que, ao se deparar com algumas das cartas, relembra passagens emblemáticas e marcantes de filmes vistos dezenas de vezes. 

Ao final da leitura, me bateu a vontade de rever os filmes e assistir àqueles ainda inéditos para mim em sessões de Netflix acompanhadas de coberta e chocolate quente em um fim de semana chuvoso.

Uma obra tão poética quanto às cartas que inspiraram sua criação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário